Folia no sofá de casa

Vai ficar em casa entediado durante o Carnaval? Calma, não se irrite. O blog Check-in chega sambando na avenida, com ótimas dicas para um cineminha na sala, tendo a aviação como tema. Então, aperte os cintos, estoure a pipoca e aproveite!

Freddy Charlson

Se o seu PLANO DE VOO é ficar em casa durante o carnaval, fique frio. Nós, do blog Check-in, tivemos uma PREMONIÇÃO e sugerimos um programa pra lá de bacana: que tal aproveitar o feriado prolongado e assistir a alguns dos principais filmes com temas relacionados a AVIÕES, AEROPORTO e voos, como o UNITED 93, em geral? Seja drama, comédia, clássico ou filmes-catástrofe, há uma grande oferta de produções com essa temática nas TVs abertas, pagas, locadoras de vídeo (sim, algumas ainda resistem à modernidade) ou serviços de streaming na internet, que vão deixar você VOANDO ALTO e se sentindo um verdadeiro TOP GUN (“Take my Breath awaaaaaaaaay”).

Para isso, você nem precisa ser O AVIADOR. Basta querer buscar um pouquinho de diversão, encarar todas as eventuais SERPENTES A BORDO e se divertir com vontade, dando ASAS à imaginação até chegar à CASABLANCA.

Este guia é simples: não é nada DURO DE MATAR (2) e reúne 25 dos principais expoentes do gênero, além de uma série de televisão, com o singelo objetivo de deixá-los VIVOS e nada LOST. Então, o que está esperando? APERTEM OS CINTOS… e embarquem, SEM ESCALAS, nesta viagem!

SEM ESCALAS (Jaume Collet-Serra, 2014)

Ação. Durante um voo de Nova York a Londres, o agente Neil Marks (Liam Neeson) recebe mensagens dizendo que um passageiro será morto a cada 20 minutos caso US$ 150 milhões não sejam transferidos para uma conta bancária. Quando o primeiro passageiro aparece morto ele inicia uma investigação no avião atrás do assassino. Pura adrenalina.

OS AMANTES PASSAGEIROS (Pedro Almodóvar, 2013)

Comédia. Um avião enfrenta problemas no voo para o México: um dos trens de pouso não funciona. O comandante voa em círculos, à espera de condições para um pouso de emergência. Os passageiros e as aeromoças da classe econômica são dopados, para evitar pânico. Os únicos acordados são os comissários de bordo e os passageiros da classe executiva, que, com medo da morte, falam seus segredos. Cada um…

AVIÕES (Klay Hall, 2013)

Animação. Dusty é um avião que trabalha pulverizando plantações. Seu sonho é participar de corridas internacionais, mas seu medo de altura e a composição da carroceria impedem essa realidade. Sabendo do sonho do amigo, outros aviões, Chug e Skipper, ajudam Dusty na empreitada. Amizade é isso.

AMELIA (Mira Nair, 2009)

Drama. Cinebiografia da lendária piloto americana Amelia Earhart, que desapareceu enquanto voava sobre o Oceano Pacífico em 1937, numa tentativa de fazer um voo ao redor do mundo. Ela foi a primeira mulher a completar a travessia do oceano Atlântico pilotando um avião. Este feito fez com que se tornasse uma celebridade nos Estados Unidos, onde passou a ser chamada de “deusa da luz” devido a sua ousadia e carisma.

AMOR SEM ESCALAS (Jason Reitman, 2009)

Drama. O frio Ryan Bingham (George Clooney) tem por função demitir pessoas, mas adora seu trabalho e passa o tempo viajando para diversos cantos do país. Até que o chefe contrata uma mulher que desenvolve um sistema de videoconferência em que as pessoas podem ser demitidas do escritório. O emprego de Ryan fica por um fio e ele viaja com a mulher para mostrar a realidade de seu trabalho e tentar salvar a pele.

VOO UNITED 93 (Paul Greengrass, 2006)

Drama. O filme conta a história do voo 93 da United Airlines, sequestrado em 11 de setembro de 2001 por terroristas, o dia em que as Torres Gêmeas caíram. A ideia era derrubar o avião junto a outro símbolo norte-americano. Durante 90 minutos o avião permanece no ar até os passageiros decidirem reagir para evitar que os planos terroristas sejam concluídos. Tarde demais.

SERPENTES A BORDO (David R. Ellis, 2006)

Suspense. As serpentes são as protagonistas deste filme de terror rodado quase todo em um avião. Nathan Phillips é testemunha de um assassinato feito pelo gângster Eddie Kim. Para evitar o depoimento de Phillips, o gângster tenta matá-lo numa viagem de avião, com um carregamento de serpentes. Quando elas são liberadas, claro, os passageiros começam a morrer. Uma carnificina em pleno ar.

PLANO DE VOO (Robert Schwentke, 2005)

Drama. O avião não cai nesse filme, mas Kyle Pratt (Jodie Foster) é uma sofrida viúva que, numa viagem de Berlim a Nova York, entra em pânico ao perceber o desaparecimento da filha de 6 anos. Desesperada, ela precisa provar à tripulação e aos passageiros sua sanidade e convencer a si mesmo que não está enlouquecendo. Muita tensão.

O AVIADOR (Martin Scorsese, 2005)

Drama. Leonardo DiCaprio interpreta Howard Hughes, milionário excêntrico e apaixonado por aviões. Investidor na indústria do cinema, ele ajudou a carreira de astros como Jean Harlow e trabalhou em filmes de sucesso. Paralelamente se dedicou a uma de suas maiores paixões, a aviação, e se envolveu com as atrizes Katharine Hepburn e Ava Gardner. Rapaz forte, hein?

O TERMINAL (Steven Spielberg, 2004)

Drama. Viktor Navorski (Tom Hanks) viaja para Nova York no dia em que seu país sofre um golpe de estado, o que invalida seu passaporte. No aeroporto, ele não é autorizado a entrar nos Estados Unidos. Sem poder retornar à sua terra natal, Viktor passa a morar no terminal. Ali, se apaixona por uma aeromoça, a bela Catherine Zeta-Jones. Baseado na história de Mehran Karimi Nasseri, que morou 17 anos em um aeroporto francês.

VOANDO ALTO (Bruno Barreto, 2003)

Comédia. Donna Jensen (Gwyneth Paltrow) é uma garota pobre que sempre sonhou em se tornar aeromoça e ter uma vida glamourosa, viajando pelo mundo. Logo ao entrar na Escola para Comissárias de Bordo ela percebe que a realidade será bem diferente do sonho que imaginava e sofre numa companhia pequena.

PREMONIÇÃO (James Wong, 2000)

Suspense. Adolescente causa confusão no início de um voo de uma escola americana para Paris ao ter uma premonição e dizer que o avião vai explodir. Ninguém acredita, começa uma briga e eles são expulsos. Logo após o avião decolar, ele explode. A Morte, então, passa a perseguir os sobreviventes. Melhor filme da franquia. Com Devon Sawa e Ali Larter.

CON AIR – A ROTA DA FUGA (Simon West, 1997)

Ação. Preso conquista a liberdade condicional e pega carona em voo com os maiores criminosos do país, como o psicopata Cyrus (John Malkovich). A viagem vira um pesadelo porque os bandidos assumem o controle do avião para sair do país e dão início a um plano de fuga. Agora, Poe terá que fingir que está de acordo com eles para se manter vivo e depois tentar reverter a situação.

VIVOS (Frank Marshall, 1993)

Drama. Avião com um time uruguaio de rúgbi cai sobre os Andes, deixando de 20 a 25 sobreviventes. São enviados vários aviões de reconhecimento, mas devido ao péssimo tempo o serviço é interrompido. Após semanas sem comida, os sobreviventes passam a viver um dilema: ou se alimentam de carne humana dos que já faleceram ou também irão morrer. Baseado em uma história real.

DURO DE MATAR 2 (Renny Harlin, 1990)

Ação. Sim, e ação com John McClane (Bruce Willis), um dos maiores heróis do cinema hollywoodiano. Desta vez, terroristas invadem o aeroporto de Washington, para libertar um preso político (Franco Nero) que está sendo extraditado, e ameaçam destruir aviões se as exigências não forem cumpridas. Mas a esposa de McClane está em um dos aviões. Pronto, é a deixa pro detetive de Nova York encarar os malfeitores.

TOP GUN – ASES INDOMÁVEIS (Tony Scott, 1986)

Drama. Tom Cruise é “Maverick”, piloto de guerra que tenta ser um Top Gun, um fera da aviação. Com incríveis imagens aéreas e bela trilha sonora, o filme virou um clássico dos anos 80 e ainda apresentou a bela Kelly McGillis. Quase 30 anos depois do lançamento da primeira parte, foi anunciada a esperada sequência: Top Gun 2.

TOP GANG – ASES MUITO LOUCOS (Jim Abrahams, 1991)

Comédia. Sean “Topper” Harley (Charlie Sheen) é um piloto de avião arrogante e quer superar a fama do pai de ser um piloto desastrado. Ele recebe a missão de destruir as plantas nucleares de Saddam Hussein. Topper se mete em confusões enquanto luta contra os terroristas e também contra o seu colega de trabalho, para saber quem fica com a mocinha no final. Outra paródia.

APERTEM OS CINTOS, O PILOTO SUMIU (David Zucker, Jerry Zucker e Jim Abrahams, 1980)

Comédia. Conta a história de Ted Striker, um neurótico piloto ex-combatente de guerra, obrigado a assumir os controles de um avião quando a tripulação passa mal com a comida contaminada. Ele tenta conquistar Elaine, a antiga namorada, que é aeromoça. O filme é uma sátira às produções de desastres na aviação e às comédias românticas.

APERTEM OS CINTOS, O PILOTO SUMIU II (Ken Finkleman, 1982)

Comédia. A sequência foi feita dois anos depois, sem os diretores originais, mas com atores do primeiro filme. Muita confusão quando o Mayflower 1, o primeiro ônibus espacial de passageiros, ruma para a Lua, com um louco a bordo. O primeiro módulo lunar está para se autodestruir, as máquinas não funcionam e o pior: a tripulação descobre que está sem nenhum café.

AEROPORTO (George Seaton, 1970)

Suspense. Um psicopata ameaça explodir um avião e o piloto tenta um pouso forçado. Em terra, equipes se preocupam em manter o aeroporto funcionando em virtude de uma nevasca. Baseado em livro de Arthur Hailey, foi o primeiro filme do gênero “cinema-catástrofe”, com Burt Lancaster e Dean Martin. Deu origem às sequências Aeroporto 75, Aeroporto 77 e Aeroporto 80 – O Concorde. Os filmes da série utilizaram uma aeronave cada: um Boeing 707, dois Boeing 747 e um Concorde. Dos quatro aviões, dois terminaram as carreiras em desastres, um foi desmontado e o outro, desativado.

AEROPORTO 75 (Jack Smight, 1974)

Suspense. A sequência foi estrelada por Charlton Heston e Linda Blair. Um avião particular se choca com um Boeing 747 e o acidente mata ou incapacita a tripulação do Boeing. Uma aeromoça assume a aeronave, com instruções pelo rádio. Um piloto é enviado para entrar no avião por um buraco na cabine para resgatar o avião e salvar os sobreviventes.

AEROPORTO 77 (Jerry Jameson, 1976)

Suspense. Estrelado por Jack Lemmon e James Stewart. Um luxuoso Boeing 747 é usado pelo dono para transportar parentes e amigos ao museu que vai inaugurar. No avião há uma carga de pinturas, o que desperta a ganância de uma quadrilha. O líder da quadrilha é o copiloto que coloca os passageiros para dormir com um gás e desvia o avião para uma ilha. A aeronave cai no oceano e submerge. Desespero à espera do resgate.

AEROPORTO 80 – O CONCORDE (David Lowell Rich, 1979)

Suspense. Um negociante de armas que tenta destruir um Concorde para evitar que um dos passageiros, sua namorada, denuncie suas transações ilegais com os países comunistas durante a Guerra Fria. O avião escapa do primeiro ataque, mas Harrison acaba causando um pouso forçado nos Alpes. Considerado o pior filme da série.

CASABLANCA (Michael Curtiz, 1942)

Drama. Durante a Segunda Guerra Mundial, fugitivos escapavam dos nazistas pela cidade de Casablanca, no Marrocos. Rick Blaine (Humphrey Bogart) encontrou refúgio na cidade, dirigindo uma casa noturna. Ele ajuda refugiados na fuga para os Estados Unidos. Quando um casal pede sua ajuda, ele reencontra uma paixão do passado, Ilsa (Ingrid Bergman). Eles lutam para fugir juntos, lembrando que “sempre haverá Paris”.

ASAS (William A. Wellman, 1927)

Drama. Essa é para quem curte um filme mudo. Asas conta a história de dois pilotos militares da Primeira Guerra Mundial, Jack Powell e David Armstrong, rivais na luta pela bela Sylvia Lewis. O clímax ocorre numa batalha em que David é atingido e dado como morto. Porém, ele sobrevive e rouba um biplano alemão. Tenta retornar para as linhas aliadas, mas é confrontado com Jack, que busca vingança pela “morte” do amigo. A produção faturou o Oscar de Melhor Filme, na primeira cerimônia do prêmio, em 1927.

+ Uma Série

LOST (Damon Lindelof e J.J. Abrams, 2004 a 2009)

Drama. A série, em seis temporadas, mostra o drama de passageiros de um avião que cai numa ilha deserta. Liderados pelo médico Jack Shephard (Matthew Fox), eles descobrirão que o local esconde perigosos segredos. Com o passar do tempo, são reveladas informações sobre o passado dos sobreviventes e as ligações que tinham entre si, além de algumas questões. Eles teriam sobrevivido? Estariam mortos? Viveriam numa espécie de purgatório? Revolucionou a TV, no mínimo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s